Pensando em fazer sua Cidadania Italiana diretamente na Itália? Veja estas dicas para contratar a melhor Assessoria e fazer o processo com segurança e tranquilidade.

No Brasil existem aproximadamente 25 milhões de descendentes de italianos. Muitas dessas pessoas desejam fazer o processo de reconhecimento da cidadania italiana. Mas desistem quando se deparam com as exigências e o tempo de espera. Outras, decididas a conseguirem, procuram o auxílio profissional das assessorias.

São muitas as assessorias de cidadania italiana que fazem um excelente trabalho, dentro dos parâmetros da lei. Mas infelizmente há muitos casos de fraude que estão deixando as pessoas receosas.

Para você, interessado em obter a Cidadania Italiana, ter cuidado para não cair na conversa de falsários é fundamental. Veja agora o que deve pesquisar e analisar antes de escolher uma assessoria para realizar o seu processo com segurança e tranquilidade.

Cuidado com as promessas de prazos muito curtos

Conseguir a Cidadania Italiana é um processo que exige dedicação, paciência e investimento. Há uma grande diferença de tempo entre fazer o processo pelo Brasil ou diretamente na Itália.

Iniciar o processo através de um Consulado Italiano no Brasil pode levar 10 anos ou mais, devido à enorme fila de espera. Mas fazer o processo diretamente na Itália reduz consideravelmente este tempo. Por isso, muitas pessoas  preferem a segunda opção.

Ainda assim, desde a busca pelas certidões originais de seus antepassados até a procura por residência na Itália, o caminho é longo. Principalmente para fazer tudo por conta própria.

Por esta razão, ter o auxílio de uma assessoria especializada facilita o trâmite das documentações e reduz o tempo de espera. Entretanto, justamente pela grande procura deste serviço é que há muitos estelionatários. Eles se aproveitam da pressa de muitas pessoas para enganá-las com supostas facilidades na realização do processo. Orientamos sempre, seja paciente e avalie suas escolhas com cautela.

Como funciona o processo?

Cidadania Italiana

O tempo para reconhecer a cidadania italiana na Itália fica entre 3 e 6 meses. Isso depois de todos os documentos organizados. Considera-se o tempo de chegar e registrar residência na Itália, que pode levar até 45 dias. Este é o período de espera para que um Vigile do Comune faça uma visita para comprovar que você reside no local registrado.

Depois, é preciso iniciar o processo, levando toda a sua documentação ao Comune (Prefeitura) para avaliação. O Comune irá solicitar os arquivos de não-renúncia ao Consulado Italiano no Brasil. Este documento confere se houve renúncia da cidadania italiana por parte de algum de seus ascendentes.

Esta etapa chega a levar até 90 dias. Esse é o tempo que o Consulado Italiano pode levar para responder à solicitação de não-renúncia feita pelo Comune italiana. Depois da resposta do Consulado você é chamado novamente.

Se tiver havido renúncia, poderão solicitar mais documentos antes de finalizar o processo. Se estiver tudo certo, o Comune o chamará novamente para preencher o pedido de reconhecimento da cidadania e concluir o processo.

De fato, com o apoio de uma assessoria, esse tempo pode ser reduzido. Mas se uma empresa oferecer um serviço muito mais rápido do que isso, fique atento.

As facilidades que uma boa assessoria oferece e acabam ajudando e muito a diminuir o prazo e exatamente a Expertise de conhecer os tramites, metodologia que apresentam a documentação, ir aos órgãos públicos sem perda de tempo, o domínio do idioma e claro, a sua residência.

Casos de fraude em 2017

Apenas em 2017, os comuni italianos de Augusta, Rignano sull`Arno, Notaresco, Pineto e Roseto degli Abruzzi, tiveram denúncias e investigações sobre processos ilegais de Cidadania Italiana.

As cidades menores, e em sua grande parte no Sul da Itália, são as mais escolhidas pelos estelionatários, já que possuem menos fiscalização. Nestas fraudes, funcionários públicos italianos são pagos para aceitar documentos falsos ou acelerar os processos de candidatos à cidadania italiana.

A desconfiança das autoridades costuma vir do excesso de pedidos de reconhecimento de cidadania em um mesmo comune. Muitas vezes, envolvendo o nome do mesmo “assessor”.

Como resultado, os estelionatários são pegos pelas autoridades e seus clientes perdem todo investimento de tempo e dinheiro que fizeram. O processo é cancelado e será necessário recomeçar do zero.

Há ainda os casos de quem é enganado mesmo antes de viajar para a Itália. Pessoas que já pagaram parte do processo, vão até o endereço da assessoria e não encontram empresa no local. Cancelamento da viagem faltando poucos dias para o embarque, sendo que também já haviam pago parte do processo.

Os estelionatários são convincentes. Fecham negócio online ou por telefone, recebem parte do dinheiro e simplesmente desaparecem.

Saiba que deve respeitar o tempo de estadia na Itália

Todos estes casos de fraudes divulgados na mídia fazem com que as autoridades italianas reforcem a fiscalização. Não há lei que determine o tempo que o requerente precisa ficar na Itália, sem entrar ou sair. Ainda assim, não adianta querer acelerar o processo.

Assessorias que trabalham dentro da lei não possuem acordos com os comuni. Os processos são feitos no tempo normal, sem promessas de ficar apenas alguns dias na Itália.

O ideal é ficar o tempo necessário para que o processo seja finalizado e comparecer pessoalmente a cada solicitação do Comune. Se nesse período precisar fazer uma viagem emergencial ao Brasil, não será caracterizado como fraude. Mas uma assessoria idônea irá orientá-lo para estar na Itália do começo ao fim do processo, ou trabalhará dentro das leis por uma delega (procuração).

Caso você não deseje mudar definitivamente para o país no momento, estará agindo da melhor forma possível.

Certifique-se que a assessoria atua dentro da Lei K28

Toda assessoria de confiança trabalha regulamentada com a Lei K28, de 3 de abril de 1991. Trata-se de uma circular que regulamenta o processo de reconhecimento de Cidadania Italiana para estrangeiros descendentes de italianos.

Busque por esta Lei na internet e leia com atenção para estar por dentro de toda a informação necessária. No site da assessoria que for contratar, deverá estar claramente informado que aquela empresa trabalha dentro desta Lei.

Pesquise boas referências e se a empresa é legalizada

Assessorias bem conceituadas no mercado divulgam seu serviço, basta pesquisar. Você irá encontrar depoimento de clientes satisfeitos e apenas informações positivas. Se possível, entre em contato com alguns dos clientes para saber se o serviço foi realmente satisfatório. Ter mais detalhes sobre como ocorreu o processo deles lhe trará maior segurança.

Empresas sérias também possuem um site completo, com todos os serviços que oferecem. Divulgam quem são os profissionais que nela atuam, contatos e endereços fixos. Apresentam um orçamento, contrato, fotos da residência, uma análise dos documentos gratuita, emitem nota fiscal e possuem registro de PARTITA IVA, o CNPJ italiano.

Evite os profissionais autônomos e dê preferência para empresas. No site da Agenzia delle Entrate  é possível consultar o PARTITA IVA  da assessoria. Assim, você poderá comprovar sua existência e o real segmento no qual está registrada. 

Analise os profissionais que lhe atenderem

Você não será atendido apenas no Brasil se procurar uma assessoria para fazer o processo na Itália. Também haverão profissionais da empresa que vivem na Itália. Eles vão acompanhar todo o processo ao seu lado, durante sua estadia no país.

Estas pessoas falam italiano fluentemente, são graduadas, possuem boa postura profissional e domínio do processo. É possível reconhecer estas qualidades através de conversas constantes.

Profissionais sérios irão informá-lo de todo o processo antes de fechar negócio. Não irão pressioná-lo enaltecendo vantagens, mas sim, deixá-lo tranquilo e ciente de como funciona.

Aliás , sugerimos sempre que faca sua escolha pelas empresas baseadas na Itália, onde o serviço e prestado em fato.

Muitos acreditam que por serem atendidos no Brasil de forma excelente, irão ter o mesmo atendimento quando chegarem na Itália. Muitas vezes sim, mas em sua grande parte, os que aqui lhe atendem neste caso, são pessoas que fazem este serviço pontualmente, não são uma empresa e sim agentes avançados que apoiam sem grande envolvimento com o caso.

Outra dica para escolher uma empresa de confiança é saber se ela oferece uma avaliação gratuita do seu caso. Assim, se você não se enquadrar nas exigências do processo, não terá prejuízo.

E se tiver alguma dúvida, não hesite em perguntar e solicitar comprovações. Profissionais idôneos não vão achar que é exagero da sua parte, apenas segurança.

Acordos por escrito são essenciais

Mesmo que você mantenha contato frequente com a assessoria por telefone, WhatsApp ou Skype, é importante registrar o que for acordado. Se você contratar um serviço mais simples, que não envolva todo o processo de cidadania, não é necessário um contrato formal.

Ainda assim, procure enviar as mensagens por e-mail. Dessa forma haverá um registro por escrito do que foi combinado, que é aceito perante um juiz, caso necessário.

E lembre-se: não faça qualquer tipo de pagamento antes de firmar um acordo por escrito. Deverá constar o valor do serviço, os prazos, formas de envio, custos extras e demais informações relevantes.

Se for realizar o processo completo de cidadania com a assessoria, é ideal formalizar contrato. Inclusive determinando um foro para dirimir o contrato ou tramitar um processo. Quando estiver lidando com uma assessoria idônea, o próprio profissional irá propor essa formalização.

Fique por dentro de como o processo funciona

Mesmo que você conte com uma assessoria comprovadamente de confiança, não deixe de buscar informação. Pesquise na internet como todo o processo de cidadania italiana funciona.

Tenha seu próprio conhecimento sobre o assunto. Esteja imerso em vários casos e conheça todas as exigências. Faça questão de acompanhar o processo junto à assessoria colaborando com a busca de informações sobre seus antepassados. E mantenha-se informado sobre o andamento de cada etapa do processo.

A dica final é a seguinte: se você está procurando fazer o processo, entenda que nada acontece da noite para o dia. Só existem aproveitadores porque existe demanda para isso. Ou seja, se as pessoas não pressionassem tanto para ter a cidadania reconhecida em poucos dias, não existiriam esses tipos de aproveitadores.

Tomando todos estes cuidados, você estará mais seguro para escolher uma assessoria confiável, como a EuroItaly. Convidamos você a conhecer nossos serviços e realizar um laudo técnico gratuito da sua documentação.

Se ainda tiver dúvidas, deixe nos comentários abaixo. Programar-se é a chave para realizar o sonho de reconhecer sua cidadania italiana com tranquilidade!

Rolar para cima